Trabalho

TRABALHO | Estivadores decretam greve aos navios desviados de Espanha

Em solidariedade para com os estivadores de Espanha, que se encontram em greve, o SEAL – Sindicato Nacional dos Estivadores emitiu um pré-aviso de greve em que reafirma a sua total solidariedade para com a justa luta dos estivadores em Espanha.

Autores
Foto
  • DR - SEAL

Localidade
  • Portugal

Categoria
  • Regionais

A greve decorrerá a partir das 8h00 do dia 30 de Maio, até às 8h00 de 19 de Junho e irá afectar os portos de Lisboa, Setúbal, Sines, Figueira da Foz, Leixóes, Caniçal e Praia da Vitória, com os trabalhadores a abster-se de prestar trabalho sobre cargas ou navios que tenham sido desviados dos portos espanhóis para qualquer dos portos portugueses abrangidos pelo pré-aviso de greve.

 

Segundo o SEAL «estaremos uma vez mais ao lado dos estivadores espanhóis, não aceitando que o seu trabalho em Portugal seja usado para fragilizar o impacto da greve em Espanha», considerando que o governo daquele país está a «dirigir um ataque ao colectivo de estivadores espanhóis, que conta com um contingente superior a 6.500 profissionais, homens e mulheres formados nas melhores escolas de formação sectorial portuária do mundo».

 

Em causa está a ameaça de um despedimento colectivo global, «consequência de um decreto real aprovado de forma reincidente e unilateral pelo governo espanhol em funções, para dar cumprimento, alegadamente, a uma sentença do EJC – Tribunal Europeu de Justiça que considera ilegal o actual modelo de trabalho acordado entre os parceiros sociais do sector».

 

Adicionar Comentário