Évora

PAÍS | Três traçados ferroviários apresentados em Évora

Existem em cima da mesa três propostas alternativas ao traçado ferroviário que vai ligar Sines a Caia. As Infraestruturas de Portugal (IP) apresentaram os projetos em Évora

Autores
Foto
  • Diário Imagem

Localidade
  • Évora

Categoria
  • Economia

São muitas as vozes que se levantam a contestar o traçado ferroviário que vai ligar o porto de Sines a Caia, as Infraestruturas de Portugal (IP) estiveram reunidas com o presidente da Câmara de Évora, Carlos Pinto de Sá, onde apresentaram três propostas alternativas dos traçados.

 

O edil de Évora revelou à agência Lusa que os traçados apresentados não “são decisões para já definitivas”, sendo que os projetos têm que ser bem estudados por várias valências.

 

Pinto de Sá, admite que os traçados são para serem estudados por todos os envolventes, porque é dinheiro público que está em jogo. O Diário do Distrito sabe que uma das alternativas apresentadas, sairá fora a zona urbana da cidade de Évora, mas para o presidente da Câmara a linha ainda se mantém muito próxima à cidade, as outras alternativas o edil adiantou à Lusa que são alternativas que são mais afastadas.

 

A contestação tem partido da Câmara de Évora, partidos, movimentos e população, pois a IP apresentou uma alternativa anteriormente em que a linha férrea passaria numa zona urbana da freguesia da Senhora da Saúde.

 

O edil está disposto a dialogar com a empresa do Estado e a facilitar essa passagem no seu concelho, mas de uma forma cuidada e que esteja de acordo com todos os organismos que contestam o corredor.

 

A página oficial da IP refere que o projeto do corredor ferroviário que vai ligar Sines a Caia inclui ligações já concluídas, mas também não descarta a modernização da linha que liga Bombel a Évora passando por Casa Branca.

 

A obra está prevista começar em 2020 e a entrada para exploração em 2021.

Adicionar Comentário