Margem Sul

Margem Sul | Centenas manifestam-se contra encerramento dos balcões da CGD

Aconteceu quinta-feira, 27 de abril.

Autores
Foto
  • Direitos Reservados

Localidade
  • Margem Sul

Categoria
  • Economia

Mais de 70 autarcas e populares do distrito de Setúbal manifestaram-se esta quinta-feira, 27 de abril, em frente à sede da Caixa Geral de Depósitos (CGD), em Lisboa, em protesto contra o encerramento de cinco agências no distrito.

Políticos e populares gritavam "a Caixa é do povo, não pode encerrar".

 Em declarações à agência Lusa, a presidente da Junta da Charneca de Caparica e da Sobreda, Margarida Carvalho, disse que só na sua freguesia são afetadas 14 mil pessoas, muitas já com idade acima dos 70 anos, que ficam sem qualquer dependência bancária.

Na manifestação esteve o deputado do PCP Miguel Tiago, que mostrou o apoio do partido a esta causa, salientando que os portugueses não estão a pagar uma injeção de dinheiro na Caixa para ela fechar balcões e prestar assim um mau serviço às populações.

No distrito de Setúbal estão previstos os encerramentos das agências de Sobreda da Caparica (Almada), Cacilhas (Almada), Fórum Almada (Almada), Lavradio (Barreiro) e Canha (Montijo). 

Adicionar Comentário