Educação

BARREIRO | Secretária de Estado da Educação visitou escola Álvaro Velho

Alexandra Leitão, secretária de Estado Adjunta e da Educação esteve hoje na Escola Básica 2.º e 3.º Ciclos de Álvaro Velho, onde visitou as instalações e inaugurou simbolicamente a obra de reabilitação dos balneários do Pavilhão GimnoDesportivo.

Autores
Foto
  • Carmo Torres / Diário Imagem

Localidade
  • Barreiro

Categoria
  • Regionais

“Quando começámos a ver as obras, nem queríamos acreditar” referia no pavilhão uma professora. No entanto, a secretária de Estado ouviu também as necessidades que o edifício apresenta, sobretudo ao nível do piso de madeira, que se encontra desgastado e com falhas.

 

A visita foi acompanhada pelo presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Carlos Humberto, a vereadora Regina Janeiro, o director da escola, Joaquim Nogueira, do Delegado Regional de Educação, Francisco Neves e professores.

 

Na visita houve ainda tempo para ouvir o grupo de percussão «Batukar» composto por alunos e uma reunião com os delegados e sub-delegados de todas as turmas, nas quais Alexandra Leitão escutou as situações que os alunos pretendem ver resolvidas, como melhoria do piso do pavilhão desportivo, reparação das casas de banho, mais locais de protecção para a chuva, melhoria no acesso à rede de internet, na limpeza da escola, entre outros.  

 

E neste assunto, a vereadora Regina Janeiro desafiou todos os alunos a participarem na iniciativa «Dia B», “no qual pode participar como voluntários, cedendo a autarquia o material necessário. Basta juntarem-se e apresentarem o vosso projecto.”

 

Manifestando-se muito satisfeita por ter sido “a primeira vez que aqui venho e esta é a primeira escola onde me colocam a falar com os alunos”, a secretária de Estado salientou que algumas questões de manutenção “ficam a dever-se a falta de cuidado dos vossos colegas, defendo sempre que se deve dar a máxima liberdade, com a máxima responsabilidade”.

 

Alexandra Leitão concordou com muitos dos aspectos referidos pelos alunos, sublinhando que “são problemas comuns à maioria das escolas, e de fácil resolução, mas por muito que possamos intervir, há sempre algo que é preciso fazer, à semelhança das nossas casas”.

 

Joaquim Nogueira foi também apresentando alguns aspectos de necessária intervenção na escola, como a questão do aquecimento e do arrefecimento “porque em picos de temperatura há sempre problemas”,

 

Depois da sessão, em que recebeu um ramo de flores e uma recordação da escola, Alexandra Leitão disponibilizou-se para voltar e realizar uma sessão de perguntas e respostas com os alunos, sugestão recebida com muita satisfação por todos.

Adicionar Comentário