FUTEBOL | Vitória adia manutenção matemática perante leões a espreitar deslizes no topo

Numa partida em que a vitória dos leões não sofre qualquer contestação, o Vitória até entrou em campo com vontade de repetir a façanha de retirar pontos aos grandes. No entanto, cedo a chama se apagou.

Autores
Foto
  • Diário Imagem | Isabel de Almeida

Localidade
  • Setúbal

Categoria
  • Desporto

A verdade é que o Vitória até entrou na partida com mais velocidade e vontade de chegar mais rapidamente à vantagem, beneficiando nos primeiros 10 minutos de dois cantos. No entanto, foi a partir dessa altura que o Sporting começou a pegar no jogo, conquistando não só maior tempo de posse de bola, mas também conseguindo acercar-se de forma mais constante da grande área sadina.
 
Por volta do minuto 18, livre de Adrien sobre a esquerda proporcionou a Rúben Semedo o primeiro remate com perigo, neste caso a acertar nas malhas laterais da baliza de Bruno Varela.
 
No minuto seguinte, o cruzamento de Bruno César foi demasiado rápido para Bas Dost, que chegou atrasado à solicitação. No entanto, a apatia de Frederico Venâncio permitiu que Gelson Martins se antecipasse e marcasse o primeiro tento da partida.
 
O Vitória apenas iria reagir por volta do minuto 40, com um canto perigoso a fazer a bola passar à frente da baliza de Rui Patrício, sem que ninguém conseguisse fazer o desvio vitorioso.
A vantagem ao intervalo assentava bem ao conjunto de Alvalade, fruto do maior pendor ofensivo revelado durante o primeiro tempo.
 
No regresso para a segunda parte, as equipas mantiveram o registo da etapa inicial. O Sporting viria a desperdiçar logo aos 52’ a ampliação da vantagem, com Bas Dost a rematar forte por cima da trave, sem qualquer oposição.
 
Dois minutos depois, foi a vez de Schelotto rematar com perigo para defesa apertada de Bruno Valente, para canto.
 
Desse canto viria a nascer o segundo tento do Sporting. Bruno César centrou a bola de forma tensa, e William Carvalho surgiu, num molho de jogadores, a cabecear com êxito da linha da pequena área, não dando desta vez hipóteses ao guardião sadino.
 
Couceiro estava a preparar alterações para tentar voltar ao jogo, mas pouco depois, ao minuto 61, o inevitável Bas Dost acabaria por fixar o resultado final, após centro de Alan Ruiz.
 
O Sporting ainda iria desperdiçar mais dois golos, através dos substitutos Bryan Ruiz e Daniel Podence.
 
O Vitória pouco atormentou Rui Patrício, pelo que apenas registou aos 87’ um remate de algum perigo, através de Thiago Santana, para defesa fácil do guarda-redes leonino.
 
João Pinheiro teve uma arbitragem segura, sem decisões polémicas, numa partida em que a vitória do Sporting foi alcançada de forma fácil, depois de conseguir fazer com que o Vitória não conseguisse jogar o futebol que sabe.
 
 
 
Liga NOS 2016/2017 – Jornada 29
Vitória FC 0 – 3 Sporting CP
 
Vitória FC: Bruno Varela (gr); Frederico Venâncio (cap), Fábio Cardoso, Vasco Fernandes, Nuno Pinto; João Carvalho, Nené Bonilha (Zé Manuel 68’), João Costinha, Mikel Agu; João Amaral (Nuno Santos 63’), Edinho (Thiago Santana 80’)
Treinador: José Couceiro
 
Sporting CP: Rui Patrício (gr); Ezequiel Schelotto, Sebastián Coates, Rúben Semedo, Marvin Zeegelaar (Daniel Podence 79’); William Carvalho, Alan Ruiz (Ricardo Esgaio 87’), Bruno César, Adrien Silva (cap); Gelson Martins (Bryan Ruiz 63’), Bas Dost
Treinador: Jorge Jesus
 
Golos: 0-1 Gelson Martins (19’); 0-2 William Carvalho (55’); 0-3 Bas Dost (61’)
 
Cartões amarelos: Nuno Pinto (22’); Vasco Fernandes (28’); Ezequiel Schelotto (30’); Marvin Zeegelaar (31’); Alan Ruiz (51’); João Costinha (72’)
Cartões vermelhos: -
 
Outros resultados da 29ª jornada:
Belenenses 1-3 Estoril Praia
Boavista 0-0 Paços Ferreira
Benfica 3-0 Marítimo
Chaves 2-3 Vitória Guimarães
Arouca 2-0 Feirense
Tondela 2-1 Rio Ave
Braga – Porto
Nacional – Moreirense
 
Classificação:
1º Benfica (71 pontos)
2° FC Porto (67 pontos) – menos 1 jogo
3° Sporting (63 pontos)
4° Vitória Guimarães (53 pontos)
5º Braga (50 pontos) – menos 1 jogo
6º Marítimo (44 pontos)
7º Rio Ave (39 pontos)
8º Chaves (36 pontos)
9º Feirense (35 pontos)
10º Boavista (35 pontos)
11º Vitória Setúbal (35 pontos)
12º Belenenses (32 pontos)
13º Arouca (31 pontos)
14º Paços Ferreira (29 pontos)
15º Estoril Praia (28 pontos)
16º Moreirense (21 pontos) – menos 1 jogo
17º Nacional (20 pontos) – menos 1 jogo
18º Tondela (20 pontos)
 
Próxima jornada:
21/04 – 20:30 – Rio Ave – Arouca
22/04 – 16:00 – Marítimo – Belenenses
22/04 – 16:00 – Tondela – Nacioal
22/04 – 18:15 – Estoril Praia – Vitória Setúbal
22/04 – 20:30 – Sporting – Benfica
23/04 – 16:00 – Paços Ferreira – Braga
23/04 – 18:00 – Vitória Guimarães – Boavista
23/04 – 20:15 – FC Porto – Feirense
24/04 – 20:00 – Moreirense – Chaves
Adicionar Comentário