Teatro

MONTIJO | Luis Miguel Cintra apresenta 'Um D. João Português'

O primeiro trabalho de Luis Miguel Cintra depois do encerramento do Teatro da Cornucópia será apresentado no dia 1 de Abril, no Pólo da Junta do Afonsoeiro, no Montijo

Autores
  • CT / Companhia Mascarenhas-Martins

  • Email
Foto
  • Direitos Reservados do Autor

Localidade
  • Montijo

Categoria
  • Cultura

O espectáculo terá lugar no dia 1 de Abril, sábado, às 21h00 no pólo da Junta de Freguesia do Afonsoeiro, com entrada gratuita (lotação limitada).

 

O espectáculo Um D. João Português, a partir da tradução portuguesa divulgada no teatro de cordel setecentista de D. João, obra-prima de Moliére, será construído ao longo de 2017 em quatro cidades, reunindo um conjunto de actores ligados ao percurso da Cornucópia, e tendo como objectivo partilhar o processo de trabalho com grupos de espectadores locais.

 

O Montijo será a primeira cidade visitada, com o apoio da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia da União das Freguesias de Montijo e Afonsoeiro, estando em negociações qual será o segundo local; o terceiro bloco será apresentado em Viseu, no Teatro Viriato (um teatro com larga prática de projectos de criação que aceitou tornar-se co-produtor de Um D. João Português) e o quarto prevê-se que seja em Guimarães.

 

Neste primeiro encontro será lido o primeiro bloco de trabalho, intitulado Na estrada (da vida).

 

Depois de um percurso de 43 anos à frente do Teatro da Cornucópia, Luis Miguel Cintra regressa ao trabalho com um grupo de actores ligados à companhia que entretanto terminou.

 

Ao longo de 2017, o grupo visitará quatro cidades e, em cada uma delas, partilhará com os espectadores as diferentes fases de preparação de um espectáculo. No final, o objectivo consiste em regressar a cada um dos locais para apresentar a sequência total, o que se prevê que aconteça a partir de Janeiro de 2018.

 

Um D. João Português parte de uma tradução portuguesa anónima da peça de Molière, que se vendeu nas ruas como literatura de cordel.

Adicionar Comentário