SEITA PEDÓFILA DE PALMELA | Líder em silêncio no primeiro dia do julgamento

Os oito arguidos, pertencentes à falsa seita “Verdade Celestial”, enfrentam acusações de centenas de crimes de abuso sexual de menores. O julgamento arrancou esta manhã, com o líder do grupo a optar por não prestar declarações em tribunal. 

Autores
Foto
  • Diário Imagem / AF

Localidade
  • Palmela / Setúbal

Depois de ter sido adiado no passado dia 15 de novembro, o julgamento da falsa seita “Verdade Celestial”, acusada de centenas de crimes de abuso sexual de menores e pornografia infantil, teve início na manhã de hoje, dia 10 de janeiro.

 

Este grupo operava num espaço alugado de uma quinta em Brejos do Assa, Palmela, sob o pretexto de serem um centro educativo e de apoio a crianças e jovens. Segundo avança a acusação, os abusos sexuais eram praticados na condição de “atos purificadores” e Rui Pedro Santos, líder do grupo, apresentava-se como psicólogo, mesmo não tendo concluído o quarto ano de escolaridade.

 

Esta situação terá durado perto de 5 anos até que André Marques, um dos membros da seita e arguido no processo, expôs a situação à Polícia Judiciária de Setúbal em junho de 2015, depois de alegadamente ter sido maltratado pelo líder.

 

Os arguidos – cinco homens e três mulheres – encontram-se em prisão preventiva no Instituto Prisional de Setúbal, à exceção do denunciante, que está no Instituto Prisional de Lisboa, tendo sindo registadas agressões aos mesmos no primeiro estabelecimento.

 

Sete destes arguidos foram hoje presentes a julgamento no Tribunal de Setúbal. As carrinhas entraram no edifício poucos minutos depois das 9:30 horas e o julgamento prolongou-se pela tarde, com um intervalo para almoço.

 

Ao que o Diário do Distrito apurou junto de fontes ligadas ao processo, apenas dois dos arguidos – Bruno Fernandes e Cláudio Sousa - optaram por prestar declarações em tribunal, sendo que o líder da seita remeteu-se ao silêncio.

 

O julgamento continua ao longo desta semana, com mais duas sessões marcadas para quinta e sexta-feira, dias 12 e 13 de janeiro.

Adicionar Comentário