Especiais 2016

O ANO EM REVISTA | Atualidade em 2016

Os destaques da atualidade em 2016 que o Diário do Distrito acompanhou.

Autores
Localidade
  • Portugal

Categoria
  • Especiais

Tópicos

Um Hércules C-130 da Força Aérea incendiou-se em julho, após um despiste na Base Aérea nº6. Este acidente provocou a morte de três militares, tendo-se verificado mais tarde que a causa do acidente teve origem num erro humano.

 

A autarquia do Montijo mostrou-se confiante numa decisão favorável para que o Montijo venha a ser a melhor opção para a localização da nova pista do aeroporto de Lisboa. Já o Governo mostrou algumas reservas quanto à segurança e aos custos das remodelações necessárias na Base Aérea do Montijo.

 

Dois instruendos do Curso de Comandos morreram em setembro após um treino debaixo de calor intenso, no Campo de Tiro de Alcochete. Cerca de dois meses depois, foram detidos sete militares que foram constituídos arguidos neste caso. Entre eles estavam cinco oficiais e dois sargentos. Foram ainda constituídos arguidos dois enfermeiros e um médico foi suspenso de funções.

 

No início de outubro, Lisboa inaugurou o novo Caleidoscópio. Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa, apresentou este moderno centro académico que está aberto 24 horas por dia no Jardim do Campo Grande.

 

Polícia Marítima cumpriu em outubro um ano de missão de apoio aos migrantes e refugiados ao longo da costa da Grécia. O seu regresso foi assinalado com uma cerimónia presidida pelo Presidente da República, que condecorou os agentes em missão no Mar Mediterrâneo.

 

Num ano marcado pela polémica da alegada discriminação pela orientação sexual dos alunos do Colégio Militar, Marcelo Rebelo de Sousa marcou presença na abertura do ano letivo desta instituição, que decorreu debaixo de chuva intensa.

 

No final de outubro, circulou no YouTube o vídeo da agressão a uma aluna da Escola Secundária de Palmela. Poucos dias depois, foi noticiado mais um caso de agressão nas imediações da escola, desta vez a um aluno de 17 anos. Em ambos os casos, nenhum dos colegas interveio em defesa das vítimas, limitando-se a assistir e a filmar.

 

Fernando Medina assinalou em novembro o início dos trabalhos no espaço onde nascerá a nova Feira Popular. Localizado em Carnide e com uma área de cerca de 20 hectares, este espaço vai contar, para além das zonas de diversão, com zonas de restauração e percursos verdes para passeio e lazer.

 

A 14 de Novembro foi observado um evento astronómico que só se repetirá daqui a 18 anos. A Lua Cheia nasceu maior e mais brilhante que o habitual e o momento foi registado em todo o país. Uma imagem da Super Lua a erguer-se no horizonte do Barreiro foi das mais mediáticas em Portugal e a nível europeu.

 

O 100º aniversário do acordo (Armistício) que pôs fim à Primeira Guerra Mundial foi assinalado em Lisboa pelo Presidente da República. Em novembro, Marcelo Rebelo de Sousa prestou homenagem aos soldados que morreram nesse conflito, numa cerimónia junto ao Monumento do Combatente.

 

Os Reis de Espanha visitaram Portugal no final de novembro, tendo sido recebidos em Lisboa numa cerimónia realizada nos Paços do Concelho. À chegada, Felipe VI e Letizia Ortiz receberam a Chave de Honra da Cidade de Lisboa no Salão Nobre da Câmara Municipal.

 

O primeiro fim de semana de dezembro trouxe chuva e muito vento ao distrito de Setúbal. Em Almada, um centro comercial teve de ser parcialmente evacuado. A chuva forte alagou várias estradas, que estiveram cortadas ao trânsito, tendo vários carros ficado submersos.

 

A festa de Natal da Comunidade Vida e Paz contou, este ano, com a presença de Marcelo Rebelo de Sousa. O Presidente da República quis estar presente no encerramento da festa, distribuindo gestos de apoio e proximidade para com os sem-abrigo.

 

A operação da Judiciária conseguiu desmantelar em dezembro de 2016 o grupo denominado de “teias de azeitão” que se dedicava ao furto de automóveis em território nacional e no estrangeiro. O grupo estava sediado em Azeitão.

 

Valentim Pinto, presidente da junta de freguesia da Quinta do Anjo, em Palmela, tem vindo a ser investigado pelo Ministério Público. Em causa estão alegados desvios de dinheiro público e abuso de poder. A investigação continua em 2017.

 

A falsa seita religiosa de Palmela será levada a segundo julgamento já dia 10 de janeiro. Em causa estão a violação de vários menores. Os suspeitos faziam-se passar por professores e psicólogos para conseguirem “atacar” as crianças que tinham idades entre os 6 e os 10 anos.

 

Bruno Foi morto por um amigo na Quinta do Conde por um amigo e por um líder de um gangue chamado BXL. Bruno, com 18 anos, devia 250 euros em derivados de Canábis e foi espancado até à morte pelo amigo que queria fazer parte do grupo criminoso e pelo cabecilha. O julgamento destes suspeitos está marcado para início de 2017.

 

antigo Presidente da República Mário Soares foi internado na madrugada de 13 de dezembro no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa. Após ligeiras melhoras, piorou o estado de saúde na véspera de Natal e encontra-se atualmente em coma profundo, numa situação crítica e com prognóstico muito reservado.

Adicionar Comentário