Especiais 2016

O ANO EM REVISTA | Concelho do Montijo

O que de mais relevante aconteceu no concelho do Montijo durante o ano de 2016

Autores
Foto
  • Diário Imagem / Arsénio Franco

Localidade
  • Montijo

Categoria
  • Especiais

A falta de qualidade dos serviços prestados pela Transtejo no Montijo levaram utentes, autarquia e partidos políticos a protestarem junto da empresa e do Governo.

 

Os ministros do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, e o da Defesa Nacional, Azeredo Lopes, não estão em sintonia quanto à melhor localização para a edificação do novo aeroporto de Lisboa, continuando divididos entre Alcochete e o Montijo.

 

Além de cabazes de Natal, a Câmara Municipal do Montijo ofereceu este ano a famílias carenciadas, novas casas nos bairros do Esteval e Esteval Novo, no âmbito da politica de realojamento da autarquia.


Nuno Canta, presidente da edilidade, viu chumbados por duas vezes o Orçamento Municipal para 2017 e as Grandes Opções do Plano (2017-2020) por parte dos partidos da oposição, CDU e PSD.

 

Uma menina não quis esperar até chegar ao hospital e acabou por nascer na ambulância à porta de casa na Broega, Montijo, em Novembro, auxiliada por dois elementos dos Bombeiros Voluntários do Montijo, com o auxílio via telefone do INEM.

 

O concelho do Montijo irá contar com um Centro de Apoio à Vida, cuja Carta de Compromisso foi assinado pela Secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Catarina Marcelino, e o provedor da Santa Casa da Misericórdia do Montijo, José Manuel Braço Forte.

 

A III Feira Quinhentista de Aldeia Galega repetiu o sucesso das edições anteriores, com milhares de pessoas a fazerem uma viagem até aos tempos em que Montijo era Aldeia Galega.

 

Um avião C-130 da Força Aérea Portuguesa ardeu quando se preparava para descolar do Montijo, causando a morte a três pessoas.
Adicionar Comentário