Opinião

OPINIÃO |

O artigo de opinião desta semana do PCP é assinado por Joana Antunes, membro dos Organismos Executivos da Direcção Regional de Setúbal do PCP

Autores
Foto
  • DR

Localidade
  • Almada

Categoria
  • Opinião

Tópicos

A Região de Setúbal acolhe o XX Congresso do Partido Comunista Português, que terá lugar em Almada, nos dias 2,3 e 4 de Dezembro, no Complexo Municipal de Desportos “Cidade de Almada”.

 

Não escondemos o orgulho que sentimos pela forma profundamente democrática como organizamos e preparamos o nosso Congresso, sempre em ligação com vida e a luta dos trabalhadores e do povo. 

 

O trabalho preparatório do Congresso, dividido em três fases, teve início em Março deste ano. Durante a 3ª fase, na Organização Regional de Setúbal realizaram-se mais de 200 reuniões e debates, que contaram com cerca 2500 participantes. Destas, 75 foram assembleias plenárias onde os militantes votaram para eleger os 189 delegados da Organização Regional de Setúbal que vão estar no Congresso, mandatados pelas organizações de base a que pertencem para contribuir para as decisões que lá serão tomadas. Muitos vão intervir sobre as aspirações dos trabalhadores e das populações da Região, as lutas que travam no dia-a-dia, por melhores condições de trabalho e melhores salários, pela melhoria da rede de transportes públicos, pela construção de centros de saúde e de escolas, pela contratação de médicos e enfermeiros de família, pela reabertura de estações dos CTT, pela urgente construção no hospital no Concelho do Seixal, entre outras tantas justas reivindicações.

 

A última fase de preparação do Congresso ocorreu num quadro marcado pela discussão o Orçamento do Estado para 2017. Independentemente da versão final venha a apresentar (à data em que este texto está a ser escrito, ainda não foi votada), é necessário ter consciência de que o caminho de reposição de rendimentos e direitos que decorre da solução política pós-Eleições Legislativas 2015 só se aprofunda com o reforço da luta que leve à ruptura com a política de direita que abra caminho a uma política alternativa patriótica e de esquerda.

 

O PCP, partido de esperança e confiança, continuará firmemente empenhado na afirmação do seu programa por "uma democracia avançada com os valores de Abril no futuro de Portugal".

 
Joana Antunes
Membro dos Organismos Executivos da Direcção Regional de Setúbal do PCP
Adicionar Comentário