Palmela

PALMELA | Grupo Volkswagen não vai despedir ninguém na Autoeuropa

Ao contrário de toda a Volkswagen, o único centro automóvel do fabricante alemão que não vai sofrer reduções de trabalhadores será a fábrica de Palmela.

Autores
Foto
  • DR

Localidade
  • Palmela

Categoria
  • Automóvel

A fábrica da Autoeuropa não será afetada pela diminuição de pessoal anunciada pela Volkswagen Alemã que prevê a saída de cerca de 30000 pessoas do grupo alemão até 2020, confirmou à agência Lusa o coordenador da Comissão de Trabalhadores, António Chora, esta segunda-feira, 5 de dezembro, depois de participar na primeira reunião do encontro anual de representantes dos trabalhadores do grupo Volkswagen em todo o mundo, que decorre até dia oito de dezembro, na Alemanha.

 

Segundo o representante dos trabalhadores da Autoeuropa, “não houve nenhuma novidade em relação à fábrica da Autoeuropa” o que no seu entender “é um bom sinal, porque significa que a Autoeuropa não será afetada pela redução de pessoal prevista no grupo”. Ainda à agência Lusa, Chora relembrou que “está prevista uma redução de 30000 trabalhadores no grupo alemão, 23000 dos quais nas fábricas da Alemanha”.

 

De acordo com oque está previsto pelo grupo Volkswagen, a fábrica da Autoeuropa não só não será afetada pela redução de trabalhadores, como deverá contratar mais de mil novos colaboradores.

 

A fábrica de Palmela conta atualmente com 3600 trabalhadores, mas será necessário o reforço de pessoal já que está previsto a produção de um novo modelo da marca naquela unidade industrial, a partir do segundo semestre de 2017.

 

Esta crise no grupo Volkswagen insere-se no plano de recuperação económica da empresa e surge na sequência das fraudes detetadas nas emissões de gases de alguns veículos da marca alemã. 

Adicionar Comentário