Política

POLÍTICA – Criminalidade em Almada preocupa o CDS-PP

Na sequência dos últimos acontecimentos ocorridos em Almada que tiveram como resultado uma vitima mortal no decorrer de um assalto a um estabelecimento comercial na Cova da Piedade, o CDS-PP emitiu um comunicado sobre a criminalidade no concelho.

Autores
Foto
  • DR

Localidade
  • Almada

Categoria
  • Política

«Na mesma semana duas ocorrências tiveram lugar no concelho de Almada, em concreto na Cova da Piedade, uma delas com contornos trágicos com uma vitima mortal, depois de um assalto a um estabelecimento comercial e outro que só não teve repercussões idênticas porque os profissionais de segurança da PSP conseguiram imobilizar outro assaltante que tinha acabado de praticar assaltos na mesma localidade.
 
Não sendo intenção do CDS-PP criar uma espécie de alarmismo exagerado junto da população, mas são dois exemplos, entre outros, que não são do conhecimento público, há muito o CDS-PP tem vindo a alertar e a preocupar.
 
Há muito que os agentes da PSP de Almada alertam para o facto das suas viaturas continuarem obsoletas e a necessitarem de intervenção.
Há muito que os mesmos solicitam um reforço de homens para que possam dar à população do concelho mais segurança e mais protecção.
Infelizmente, o Estado tem conhecimento dessas necessidades mas tarda em resolver.
 
Também a GNR há muito que necessita de um novo quartel no PIA, para que aquela força policial possa também prestar um melhor serviço junto de uma localidade que se quer ver desenvolvida onde as pessoas possam habitar, trabalhar, estudar e circular em segurança.
 
A saída da Brigada de Intervenção Rápida da GNR do Castelo de Almada é outra preocupação constantemente adiada e que aquela força de segurança quer ver resolvida para que possa actuar com mais rapidez e eficácia no serviço às populações sob a sua jurisdição.
 
CDS-PP PEDE REFORÇO DE MEIOS HUMANOS E MATERIAIS PARA AS FORÇAS DE SEGURANÇA
 
O CDS-PP tem ao longo do tempo acompanhado as necessidades das forças de segurança no concelho e apela mais uma vez, para que as entidades responsáveis nomeadamente o Governo e o Ministério da Administração Interna, possam fazer a sua parte e devolver ao concelho a tranquilidade que todos pretendem.
 
Só um concelho com condições de segurança adequadas tem capacidade para se tornar num concelho atractivo quer ao nível do investimento criador de postos de trabalho, quer ao nível do turismo e ainda com capacidade para migrar e fixar pessoas em Almada.
 
Estes dois casos, para bem da tranquilidade, espera-se que sejam casos pontuais e isolados; no entanto, o CDS-PP, desde há muito que tem a percepção de um crescente sentimento de insegurança, que não é de agora, junto dos almadenses devido à falta de condições materiais e humanas que acompanhe um verdadeiro plano de segurança para o concelho.
 
É importante que quem tenha intenções de praticar crimes desta tipologia, possa perceber que em Almada não tem a vida facilitada, desencorajando essas praticas. Contudo, essa tranquilidade só se consegue se forem criadas verdadeiras condições de actuação das forças policiais.
 
O CDS-PP insiste que em determinadas zonas do concelho, e com a concordância das forças de segurança, a video-protecção seria essencial nem que fosse pela dissuasão e prevenção que a medida acarreta junto de quem pretenda praticar alguns crimes.
 
O crime ocorrido na Cova da Piedade que resultou numa vitima mortal, um comerciante que tinha no seu negócio o seu sustento, deve preocupar todas as entidades responsáveis e devem as mesmas tomar medidas urgentes para que o alarme social e o medo não se instale nas pessoas.
 
O CDS-PP Almada»
Adicionar Comentário