PALMELA

PALMELA – FPA e Inatel ‘desmontam’ reservas do vereador do Desporto

Depois das dúvidas levantadas pelo vereador do desporto da Câmara Municipal de Palmela acerca dos prémios nacionais do jovem atleta Ricardo Reis, a Federação Portuguesa de Atletismo e a divisão de Desporto da Fundação INATEL ‘desmontam’ reservas levantadas na última reunião pública do executivo.

Autores
Foto
  • Diário Imagem

Localidade
  • Palmela

A polémica instalou-se quando o vereador do desporto da Câmara Municipal de Palmela, Luís Miguel Calha, colocou algumas reservas aos prémios nacionais do jovem atleta, Ricardo Reis, polémica essa que foi levantada pelo vereador da CDU, quase um mês depois da apresentação da saudação do Partido Socialista (PS).
 
Diário do Distrito contactou as entidades responsáveis pelos prémios nacionais que foram atribuídos a Ricardo Reis, em resposta ao nosso pedido de esclarecimentos sobre o assunto, a Federação Portuguesa de Atletismo (FPA) adiantou que “(...) os resultados obtidos pelo atleta Ricardo Reis foram os de vice-campeão nacional de Corta-Mato, no escalão de Juvenis, no ano 1993; campeão nacional de estrada, escalão Júnior, no ano 1997; campeonato de Portugal de Pista em 10.000 metros, em 2008 e campeonato de Portugal de Pista em 10.000 metros, em 2009”, terminando com a informação de que estes dados foram enviados ao professor José Calado Mendes.
 
Já da parte da Fundação Inatel a resposta é clara e explicita quanto aos prémios ganhos pelo atleta, diz a nota que “o atleta Ricardo Reis, de Palmela, esteve inscrito na Fundação Inatel nas épocas 2007/2008 e 2008/2009”, nesses períodos o Inatel registou vários prémios nacionais e que nos descreve na mesma nota “o registo de classificação do atleta são: em 2008, no Campeonato Nacional de Provas Combinadas Légua – Dupla-légua, onde foi campeão da Dupla-légua, no Escalão Seniores Masculinos Nacional”, prova essa que foi realizada a 17 de maio desse ano no Parque de Jogos 1º de Maio, na cidade de Lisboa, e onde participou com as cores do CCD Trabalhadores da Câmara Municipal de Setúbal.
 
O Inatel adianta que “o atleta participou em outros eventos desportivos, como no Campeonato Nacional de Estrada, prova de 10.000 quilómetros, no dia 5 de abril de 2009, na Moita, onde ficou classificado com o 2º lugar, no Escalão Sénior M, vice-campeão Nacional”, participação essa que também esteve em representação da CCD Trabalhadores da Câmara Municipal de Setúbal.
 
Explica a fundação que o atleta não se ficou por aí “já em abril de 2009, o atleta Ricardo Reis foi campeão com a marca 38.53 na 26ª Vivicittà”, prova essa que se realizou na cidade de Setúbal, onde o atleta envergou as cores da CCD Trabalhadores da Câmara Municipal de Setúbal.
 
A 23 e 24 de Maio de 2009, o Complexo Desportivo da Covilhã, viu Ricardo Reis ser declarado campeão no escalão Sénior M Nacional, a Fundação Inatel referiu no mesmo comunicado enviado ao nosso jornal “ no Campeonato Nacional de Provas Combinadas Léguas e Dupla-légua, que se realizou nos dias 23 e 24 de maio de 2009, prova realizada no Complexo Desportivo da Covilhã, o atleta foi Campeão no escalão Sénior M Nacional na prova da Dupla-Légua, pelo CCD Trabalhadores da Câmara Municipal de Setúbal, com o tempo 34.03”.
 
Ao Diário do Distrito foram ainda fornecidos pelo Inatel todas as listagens das classificações com os participantes e os tempos. Segundo fonte ligada ao Inatel referiu ao nosso jornal de que se <<haviam dúvidas>> quanto ao curriculum do jovem atleta de Palmela, essas <<dúvidas>> podem ter “caído por terra” com os resultados assumidos pela Fundação Inatel e pela Federação Portuguesa de Atletismo.
 
Tentamos ouvir Ricardo Reis que nos disse estar “triste” com tudo isto e com as dúvidas levantadas por um representante autárquico, o jovem atleta garantiu-nos “não tenho que provar nada a ninguém, pois o meu curriculum é verdadeiro e a verdade está a vir ao cimo”, salienta no entanto que “ só quero um pedido de desculpas “.
Adicionar Comentário