Idosos

PENSIONISTAS – Encontro Distrital aprova moção por aumento de pensões

A Federação Distrital de Setúbal do MURPI, Movimento Unitário de Reformados, Pensionistas e Idosos aprovou uma moção na qual exige a actualização e aumento geral das pensões e reformas, e a defesa dos direitos das futuras gerações que passem à condição de reformados.

Autores
Foto
  • DR- Facebook Murpi

Localidade
  • Pinhal Novo, Palmela

Categoria
  • Sociedade

A moção intitulada ‘Atualização extraordinária das pensões em Agosto de 2018 e a luta dos reformados e pensionistas por reformas e pensões dignas’ foi aprovada por unanimidade no dia 11 de Maio, na Sede da Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos do Pinhal Novo, onde se realizou um encontro distrital de preparação para o 9.º Congresso do MURPI, a realizar no dia 25 de Novembro no Fórum Lisboa.
 
«A situação dos reformados, pensionistas e idosos é marcada pela importância da Revolução de Abril na consagração de novos e importantes direitos de proteção na velhice e desde logo pelo direito a reformas e a pensões dignas.
 
A luta em defesa desses direitos e o combate a baixos valores das reformas e por pensões dignas e por políticas sociais que assegurem o direito a viver a velhice com dignidade, estão inscritas nas razões de luta do movimento associativo dos reformados, que emergiu após Abril e na construção e ação do MURPI que este ano assinala os seus 40 anos.
 
Por proposta do Grupo Parlamentar do PCP, em Agosto de 2018, registar-se-á um aumento extraordinário das reformas entre 6 e 10 euros para os pensionistas que recebam no conjunto até 643,35 euros que incorpora a atualização registada em Janeiro de 2018. Um aumento extraordinário que se junta ao registado em 2017.
 
Sendo verdade que estes aumentos extraordinários estão muito aquém da necessária reposição de rendimentos perdidos, designadamente entre 2011 e 2015, importa destacar que eles derrotam a tese dos que pretendiam impor um caminho de continuados cortes nos valores das reformas e dos que como o atual governo PS, pretendiam limitar o aumento anual aos valores resultantes do descongelamento do mecanismo de atualização anual aprovado por um governo PS em 2006, que são comprovadamente insuficientes.
 
Este aumento extraordinário em Agosto confirma, sobretudo, o papel decisivo da confiança do valor da luta dos reformados, pensionistas e idosos e do papel coerente e combativo do MURPI como força agregadora da luta por melhores pensões e por políticas sociais, que na área da saúde, da rede de equipamentos e serviços de apoio a idosos, das prestações sociais de apoio à dependência e à pobreza, no domínio do direito ao transporte e mobilidade, permitam corresponder com justiça ao direito de envelhecer com direitos.
 
Os reformados, pensionistas e idosos e as suas Associações no distrito de Setúbal, reunidos no seu Encontro Distrital realizado no dia 11 de Maio de 2018, na sede da Associação de Reformados Pensionistas e Idosos do Pinhal Novo, decidem:
 
- Continuar a exigir o aumento geral das pensões e reformas,
- Lutar pela exigência das regras de atualização das pensões de forma a garantir o aumento real das mesmas,
- Desenvolver ações conjuntas com as Associações e os seus associados para iniciativas e lutas que deem expressão à exigência de um Portugal com direitos, liberdades políticas e sociais para as futuras gerações que passem à condição de reformados.      
                         
A Direção da Federação Distrital de Setúbal da MURPI
Joaquim Gonçalves, presidente da Federação Distrital de Setúbal do MURPI»
 
Adicionar Comentário