Meteorologia

METEOROLOGIA – Quedas de árvores e inundações pelo distrito

A passagem da tempestade ‘Ana’ tem vindo a provocar estragos, sobretudo com quedas de árvores e de estruturas temporárias, além de algumas inundações, pelo distrito, com ocorrências que envolveram mais de 100 operacionais dos bombeiros e de 30 veículos até ao momento, registando-se 21 ocorrências de quedas de árvores.

EM ACTUALIZAÇÃO

Autores
Foto
  • DR - IPMA

Localidade
  • Distrito de Setúbal

Categoria
  • Actualidade

No distrito, e até ao momento, segundo informação na página do CDOS de Setúbal, ocorreram 21 situações de quedas de árvores que necessitaram da intervenção dos bombeiros: em Azóia, Sesimbra, às 22h23; na Comporta, Alcácer do Sal, às 22h20; em Alvalade, Santiago do Cacém, às 22h20; em Poço de Mouro, Setúbal, às 22h18; em São Sebastião, Setúbal, às 22h01, na Comporta, Alcácer do Sal, às 22h20; Azóia, Sesimbra, às 22h23; Charneca da Caparica e Sobreda, Almada, às 23h00; Faralhão, Setúbal, às 23h10; Charneca da Caparica, Almada, às 23h10; Pinhal Novo, Palmela, às 23h37; em Pegões, Montijo, às 23h33; Santo António da Charneca, Barreiro, às 23h33; Pinhal Novo, às 00h03; Amora, Seixal, às 00h20; Rio Frio, Palmela, às 00h23; Santa Marta de Corroios, Seixal, às 00h25; Arrentela, Seixal, às 00h25, Sarilhos Grandes, Montijo, 00h25; Rio de Moinhos, Santiago do Cacém, às 00h51.

 

No concelho de Palmela estiveram cortadas ao trânsito as vias EN10, em Águas de Moura, e EN5 no Poceirão, durante as operações remoção e de limpeza da via, levadas a cabo pelos Bombeiros de Águas de Moura, devido a queda de árvores.

 

Em Setúbal, na Central Termoeléctrica ocorreu a queda de uma estrutura temporária às 22h28 e o mesmo ocorreu em Cercal do Alentejo, Santiago do Cacém, às 22h00 e em S. Julião, Setúbal, às 23h03; uma situação de dano nas redes de fornecimento eléctrico nos Foros de Amora, Seixal, às 23h18 e o desabamento de estruturas edificadas em Santo António da Charneca, Barreiro, às 00h28.

 

Inundações de estruturas ou superficies: no Barreiro, onde ocorreu a inundação de uma estrutura devido à chuva intensa, na União de freguesias do Alto Seixalinho, Santo André e Verderena, às 23h00, no Lavradio, às 23h15 e na União de freguesias do Alto do Seixalinho, Santo André e Verderena às 23h25; além de inundações nas vias na zona de Santa Marta do Pinhal, Corroios; na União de Freguesias do Montijo e Afonsoeiro, às 23h34.

 

Queda de estruturas temporárias ou móveis: na União de Freguesias de S.Julião, N.S. da Anunciada e S. Maria da Graça, Setúbal, às 23h03 e outra ocorrência às 23h15;na União de Freguesias de Caparica e Trafaria, Almada, às 23h15; Pinhal Novo, Palmela, às 23h18.

 

Em Santa Marta do Pinhal, Corroios, registaram-se quedas de placards, que segundo moradores, terão embatido em carros estacionados.

 

O Diário do Distrito apurou junto de fonte oficial dos Bombeiros de Pinhal Novo que tem sido recorrente os pedidos de ajuda por parte da população daquela freguesia, até ao momento os bombeiros registaram três árvores caídas e um painel publicitário que também caiu para a via que liga a Lagoa da Palha ao Rio Frio; União de Freguesias de Santa Maria do Castelo e Santiago e Santa Susana, Alcácer do Sal, às 00h30.

 

Ocorrências: Queda de árvore na Salgueiro Maia, na Estrada da Sela, junto ao café Perola do Campo, na Fonte da Vaca, na Rua do Marcolino, em Venda do Alcaide e um painel publicitário na estrada que liga Lagoa da Palha ao Rio Frio.

 

Em actualização


 

Adicionar Comentário