Política

POLÍTICA – PCP solicita informação sobre abandono do emissor em Pegões

O Gabinete de Imprensa da DORS do PCP emitiu um comunicado no qual informa que o Grupo Parlamentar do PCP tomou conhecimento do abandono e alguma degradação existente no emissor de Onda Curta, em Pegões.

Autores
Foto
  • DR - Pinkbike

Localidade
  • Montijo, Pegões

Categoria
  • Política

Tópicos

Segundo o PCP, os edifícios destinados a residências dos trabalhadores e viaturas históricas da rádio estavam abandonadas.

 

«Encontram-se dados pessoais de trabalhadores pelo chão, bem com outros documentos como guiões de teatro, escritos à máquina, que poderiam ser enquadrados no arquivo histórico da RTP, mas que, considerando estarem fechados numa sala e expostos à humidade, correm o risco de agravamento da sua degradação, o que significa uma perda de património e conhecimento cultural e histórico.»

 

Foi igualmente comunicado ao Grupo Parlamentar do PCP a existência de discos de vinil partidos espalhados pelo chão e discos de recolhas musicais de António Lopes Graça e Michel Giacometti, feitos propositadamente para a antiga Emissora Nacional.

 

«Trata-se de material que deveria ser considerado como património cultural e histórico do país, tanto mais se tivermos em conta que estas recolhas musicais correspondem a emissões limitadas de 100 exemplares numerados.»

 

O espaço, de cerca de 90 mi metros quadrados, encontra-se guardado apenas por um segurança, desconhecendo-se o que se encontra dentro de muitos dos edifícios.

 

O PCP teve ainda conhecimento da possibilidade do terreno do emissor de Pegões, edifícios e material aí existente terem sido colocados à venda e questiona o ministério da Cultura para que verifique que essa possibilidade «uma vez que estamos a falar de um importantíssimo património histórico e cultural do país» e que medidas pretende tomar para garantir a preservação do edificado do emissor bem como do património cultural e histórico existente.

Adicionar Comentário