Ambiente

ENERGIA | EDP Distribuição promove Sharing Cities Day

A EDP Distribuição promoveu a realização do Sharing Cities Day, cujo objectivo é tornar as cidades inteligentes numa realidade, promovendo o envolvimento de todos, um evento que decorreu na segunda quinzena de Setembro, na Galeria de Exposições dos Paços do Concelho e no Showroom do Projeto Sharing Cities, na Praça do Município, Lisboa.

Autores
Foto
  • DR - EDP

Localidade
  • Lisboa

Categoria
  • Economia

Esta edição do Sharing Cities Day debruçou-se sobre questões como as Plataformas Urbanas Colaborativas e o futuro Centro de Operações Integrado (COI) de Lisboa.

 

A abertura esteve a cargo de Joaquim Teixeira, Diretor da Direção de Organização e Desenvolvimento da EDP Distribuição, seguindo-se um Painel sob o tema “Medidas Sharing Cities”, moderado por António Aires Messias, assessor do Conselho de Administração e responsável pelo Gabinete da Agenda Europeia.

 

Neste Painel participaram António Sanches (diretor da Direção de Rede e Clientes Lisboa), Nuno Xavier (PMO da Câmara Municipal de Lisboa), Carlos Silva (Instituto Superior Técnico) e João Caetano (Centro de Excelência para a Inovação da Indústria Automóvel).

 

No intervalo foi realizada uma visita ao Showroom do Sharing Cities, situado na Praça do Município, junto dos Paços do Concelho de Lisboa. Seguiu-se uma apresentação do Centro de Operações Integrado (COI), pelo seu responsável, João Tremoceiro, da Câmara Muncipal de Lisboa.

 

O presidente do Conselho de Administração da EDP Distribuição, João Torres, procedeu de seguida à intervenção de encerramento do evento, reiterando o seu orgulho pelo facto de a empresa estar profundamente envolvida neste projeto financiado pela Comissão Europeia e, por essa via, acompanhar a par-e-passo o estado-da-arte das tecnologias que hão de liderar o Futuro.

 

O projeto Sharing Cities, coordenado pela Área Metropolitana de Londres e no qual estão envolvidas 35 entidades e empresas – sete das quais portuguesas – recebeu fundos do Programa de Pesquisa e Inovação Horizonte 2020, da União Europeia.

 

A meta a atingir é tornar as cidades inteligentes numa realidade, promovendo o envolvimento de cidadãos, empresas e instituições, num compromisso de utilização inteligente e racional dos recursos energéticos – utilização essa a que se junta, agora, uma componente altamente participativa dos consumidores.

 

Tendo como cidades-piloto Londres, Milão e Lisboa, o projeto será replicado nas cidades seguidoras Bordéus (França), Burgas (Bulgária) e Varsóvia (Polónia), com os dez seguintes objectivos:

 

1 – Agregar a procura e implementar soluções nas cidades inteligentes

2 – Entregar modelos de negócio inovadores comuns e replicáveis

3 – Atrair investimento externo

4 – Acelerar a aplicação de soluções para as cidades inteligentes

5 – Conduzir regiões com eficiência energética

6 – Fazer pensar de modo irreversível nas energias renováveis locais

7 – Avançar para novos modelos de mobilidade elétrica

8 – Garantir o sucesso do envolvimento dos cidadãos

9 – Tirar o máximo partido dos dados gerados pelas cidades

10 – Promover a inovação a nível local, criar novos negócios e empregos

 

Saiba mais acerca deste projeto em http://www.sharingcities.eu ou no Twitter @CitiesSharing_https://twitter.com/CitiesSharing

Adicionar Comentário